sábado, setembro 30, 2006

Cartórios de oiro

A última lista de aposentados da Função Pública expõe uma situação caricata de determinado sector do Estado: um primeiro ajudante de um cartório notarial (há funcionários nesta categoria com a quarta classe ou pouco mais) pira-se para a reforma com 3.051 euros. Um juiz-conselheiro do Supremo Tribunal Administrativo que consta da mesma leva de aposentados só leva mais 700 euros. Por isso, da próxima vez que tiver necessidade de ir a um cartório, não se deixe iludir pelo ar enfadado dos funcionários que o atendem. Aquilo é só contas naquelas cabeças...

sexta-feira, setembro 29, 2006

Para a Helena (4)

Um dia
amaste totalmente

Um dia tiveste a eternidade
e ao mar contaste a tua felicidade

Um dia abriste o corpo
sem medo do que viesse a acontecer

Um dia as palavras brotaram
frias de Inverno e com elas gelaste

Um dia cerraste os lábios por amor
e muito pouco disseste
e descobriste-te a amar dolorosamente
os olhos que te faziam sorrir

EMANUEL BENTO

Para a Helena (3)

Dedo a dedo
eis a mão de um modo simples
marcada em profusão de linhas
(e alguns vestígios de dias agitados)
sem começo nem fim

Uma enciclopédia a respirar
vidas imaginadas a alcançar o céu
(fugidas do inferno)

De cada vez que a olho
de cada vez que a toco
sei um pouco mais de ti
um pouco mais de ti
mas nunca o suficiente
para dela dizer já tudo li
EMANUEL BENTO

quarta-feira, setembro 27, 2006

Ghandi

Jardim agora diz-se discípulo de Ghandi!
Ghandi nunca foi a favor do colonialismo.
Ghandi nunca escreveu propaganda a favor de guerra.
Ghandi nunca usou a malcriação e o insulto como metodo de não violência.
Ghandi nunca foi sedento de poder.
Ghandi nunca estimulou invejas e ódios.
Ghandi nunca foi xenófobo.
Ghandi nunca incitava os seus seguidores a usar violência...

sexta-feira, setembro 22, 2006

Rotatividade em nome do Dum-Dum...

Em Santa Cruz a "rotatividade" parlamentar parece ser endémica.
Depois de Roberto Almada aqui há uns anos (na anterior legislatura ter feito "pressão" na comunicação social para que a rotatividade parlamentar no BE fosse uma realidade (Paulo Martins, Guida Vieira e ele próprio) e também de Lopes da Fonseca do CDS/PP (o Dr. Salamanca como é mais conhecido) ter adoptado igual táctica, eis que surge Jaime Silva (deputado durante a o quadriénio 2000/04), do PS, a exigir que Gil França lhe dê o lugar no seguimento de um acordo verbal nesse sentido, que envolve o líder do partido Jacinto Serrão.
E caso até terça-feira Gil França não tiver desocupado a cadeira Jaime Silva, acompanhado por mais cinco elementos da Assembleia Municipal da Freguesia da Camacha, abandonam o PS.
Cá entre nós que ninguém nos lê(!!!) concordo plenamente com Jaime Silva. A sério. Mas que raio faz Gil França de novo no parlamento regional quando já tem anos e anos de actividade política bem remunerada que já lhe permitem sentar-se em casa e meter as pantufas?! Que qualidade acrescida trouxe ele ao PS-M?! E para já quem foi que teve a brilhante ideia de o ir repescar ao armário quando a aposta deveria ser na continuidade de Jaime Silva?!
Mesmo que não tenha sido um brilhante ou menos que mediano deputado, o "camacheiro" sempre se mostrou aguerrido e pouco dado a intrigas de bastidores, além de que quero ver se sempre tem a coragem de pôr em acção a embalagem de Dum-Dum que comprou e prometeu usar se os deputados do PSD-M continuassem no "gozo" de cada vez que usava da palavra...
EMANUEL BENTO

Passos em volta (da casa-de-banho)...

Como podem verificar por este e pelo post anterior, a Revista Saber é um manancial a explorar com muito mais atenção pois descobrem-se afirmações e factos do mais caricato que há.
Na secção conversas com sabor (em que a revista convida um casal da sociedade madeirense para um requintando jantar) desta semana a psicóloga clínica, psicanalista, sexóloga e advogada, Iraçy Peters de 60 anos diz que deveria preocupar-se mais com o aspecto físico pois só dá «300 passos todos os dias dentro da minha casa-de-banho".
Mais do que dizer que só espero que não os dê tal e qual veio ao mundo, a pergunta que faço é esta: não haverá outro lugar mais agradável para dar 3 centenas de passos do que a casa-de-banho?!
EMANUEL BENTO

"Non te audio"....

Na Revista Saber (Madeira) do corrente mês a sorridente Director do Parque Natural da Madeira, encostada ao que parece ser uma secular árvore, afirma «Tenho mais facilidade em memorizar o nome científico de uma planta do que os nomes das pessoas».
Eu ainda acrescentaria qualquer coisa mais como nunca ou raramente estar disponível para os jornalistas e quando lá resolve atender os telefonemas as chamadas misteriosamente caem sempre que o assunto promete ser polémico...
EMANUEL BENTO

Um currículo do tamanho da Bíblia...

Nada tenho contra a necessidade de se ter «criado o lugar de subdirector regional» dos Assuntos Fiscais como se pode ler no JORAM ( http://www.gov-madeira.pt/joram/2serie/Ano%20de%202006/IISerie-183-2006-09-21.pdf) nem tão-pouco de para tal cargo terem escolhido Lina Maria Ferraz Camacho Albino, que desconheço quem seja, mas cuja «grande
competência técnica, possuindo experiência adequada, aptidão e
elevada qualificação profissional»
não dúvido.
Na verdade, o que acho espantoso é o tamanho do "Curriculum Vitae" da Licenciada em Direito. Mais parece a Bíblia. E também me interrogo de qual a pertinência de colocar isto entre outros disparates curriculares (não estou a mentir, está mesmo lá):
Designada para, em representação da
Secretaria Regional do Plano e
da Coordenação, integrar a
Comissão de A c o m p a n h a -
mento dos Trabalhos de
desratização e desinfecção das
pragas associadas no Porto
Santo, de Dezembro de 1997 a
Abril de 1999.


Só se os malditos ratos (ou ratazanas) não pagavam a horas os impostos...
EMANUEL BENTO

quinta-feira, setembro 21, 2006

Cabinda

Para quem se interessa em seguir os desenvolvimentos em Cabinda recomendo ver o
www.cabinda.skyblog.com

Nirvana



Nestes 550 anos que o Dr. Jardim chama de exploração “colonialista”, será que os Madeirenses eram os únicos Portugueses a pagar impostos? Será que os impostos que os Madeirenses pagavam eram diferentes dos outros?

Vê-se que o Dr. Jardim, de tanto repetir o seu mantra, atingiu um alto estado de “iluminação, conseguiu desprender-se da realidade e entrar em Nirvana.

"Kalos kai agatos"

Especialmente para o Eduardo
Na minha próxima reencarnação quero ser assim: "kalos kai agatos" (é grego clássico e deve-se ler com acentos nos "omicrons", portanto não dúvido que o conselheiro-técnico Gilberto Teixeira saiba o que significa); só não lamento é nunca conseguir é escrever tão bem quanto ele. Mas paciência nem todos nascem predestinados para a escrita e para os tachos...
EMANUEL BENTO
NB: Os artigos deste exímio prosador podem ser lidos no www.jornaldamadeira.pt onde hoje na coluna de opinião Alberto João Jardim e Filipe Malheiro guincham que se fartam - parecem aqueles macaquinhos da Amazónia...

Está-se mesmo a ver...


Então como é que ficamos?! O Presidente do Governo Regional farta-se de dizer que na Madeira é que é. Aqui é que há desenvolvimento e progresso. Ainda há dias no Jornal da Madeira escrevia que a Região estava a crescer a uma taxa anual de 5%. Aqui não há miséria nem exclusão social. Não há barracas. Não há droga. Não há nada do que é mau. As nossas escolas são as melhores. Temos sempre mais e melhor do que os outros (continente e Açores)...
E agora os deputados do PSD-M em São Bento ficaram escandalizados porque o Plano Nacional de Acção para a Inclusão ("defesa e desenvolvimento da criança e do jovem em risco")contempla os Açores com 13 milhões e só dá menos do que 300 mil euros para a Madeira.
Mas então como é que ficamos?! Precisamos desse dinheiro?! Não estamos todos aqui no céu e perfeitamente incluídos (seja no que for)...
EMANUEL BENTO
NB: A próprosito deste assunto é simplesmente"Fantabulástico" o título da 1ª página da edição de hoje do DN-M. Agora Alberto João Jardim tem ainda mais razão para se atirar contra este matutino e espera-se que num dos próximos cartoons do Jornal da Madeira volte à carga contra o serviço que este matutino presta a Lisboa...

quarta-feira, setembro 20, 2006

Esperemos...

De acordo com a última página da edição de hoje ( www.abola.pt ) o novo Procurador-Geral da República foi Juiz na Ponta do Sol.
Esperemos que Pinto Monteiro efectue as mudanças necessárias - e toda a gente sabe quais são e a quem afectam - para para que a Justiça nesta terra não seja cega...
EMANUEL BENTO

terça-feira, setembro 19, 2006

Para a Helena (2)

MILAGRE
Aqui de tão distante
neste dia de prematuro Outono
(a estação em que ao Mundo vim)
a rua os carros as pessoas
passam sem que nada veja
por meu coração ter somente
um rosto
E devagar
com o cuidado que a teia se tece
silenciosa leve e ilusória
toco-te
(para não perder este milagre
de tão simplesmente te amar)

EMANUEL BENTO

segunda-feira, setembro 18, 2006

Noite Polar

Depois do "Outono de Praga" com que a nova direcção da RTP-M (em funções há quase um ano) brindou os telespectadores voltou-se ao de sempre: uma longa Noite Polar...
EMANUEL BENTO
NB: A não entrada da RTP-M na Cabo nacional veio piorar a situação e os ventos de mundança deixaram de soprar (já nem sequer se nota uma aragem). Agora quem não pára de batucar e cada vez mais poder parece ter é um ex-baterista...

O semanário dos blogues

Diz-se que quando o Sol nasce é para todos (até para estar contra a Madeira nas cada vez mais gratuitas e inconsequentes palavras do Presidente do Governo Regional - aliás o Mundo todo uniu-se para nos tramar, é só o que lhe falta dizer antes de passar para uma megaconspiração do Sistema Solar, da Via Lactea, e do Universo).
O novo semanário do ex-director do Expresso dá uma especial atenção aos blogs criados no seu próprio site. E recomenda-se a leitura desta Varanda do Chiado e respectivos comentários num post sobre a dita asfixia financeira da Região.
E já agora, uma navegação pelo site do novo jornal, ainda que essa tarefa se afigure alterosa...
EMANUEL BENTO

domingo, setembro 17, 2006

Mole? Recomendamos Viagra.

Em primeiro lugar, o Telejornal da RTP-Madeira de hoje surpreendeu-me porque abriu com as palavras "Alberto João Jardim..." e isso é extremamente raro! Em segundo lugar, e entrando já no conteúdo da notícia de abertura, o exm.º senhor presidente recorreu à velha técnica de colher louros para si e dividir prejuízos por todo o mundo. E então toca a debitar que "os madeirenses estão a ficar moles..." Moles? Que fale por si próprio! Tenha paciência, mas ainda não chegámos à sua idade...

O Conselheiro do Turismo e os Estranjas

Para quem deseja ler um artigo de critica equilibrado, inteligente e acutilante, do documentário sobre o surf, recomendo a leitura do artigo “Um filme é pouco”. Sempre racional e ponderado, o autor avança argumentos arrasadores contra “a aberração, a incultura (…) visíveis nos apoiantes destas causas estúpidas que visam denegrir a imagem da Madeira.” A muralha é para proteger o património, seus estúpidos! Um património que é de todos mas que não é deles que são “estranjas”, nem dos seus apoiantes locais porque são “inconscientes”, ou estão inconscientes (enfim, o importante é que eles não contam). Sim, um património que não é exclusivamente de ninguém, como nos querem fazer acreditar: é nosso porque é de todos, mas que não é deles porque é de todos.

Resta acrescentar que o surf não foi e nunca vai ser um segmento importante para a região e é preciso lembrar que os turistas que nos visitam são “estranjas”. Como ousam estes “estranjas” nos acusar de destruirmos um recurso turístico? Já se viu uma coisa mais estúpida! Estão cá para descansar e passar férias, ninguém os pediu a opinião. Coisa mais ridícula! Nós é que sabemos o que é bom para os turistas, perdão, “estranjas”. Alguma vez quisemos saber a opinião dos turistas sobre o que acham do destino turístico e o que poderia ser melhorado. È óbvio que não: são “ESTRANJAS”. Se acham que está mal que vão para outro lado! Alias, é bom que nem venham para cá! Vejam ao ponto a que chegamos quando “até os “estranjas” já se permitem dar quinaus sobre o que devem ou não fazer os nossos governantes, através de comunicadores que lhes abrem as portas, como se fossem gente importante. Nunca vi coisa mais ridícula, sabuja e incoerente.”

Realmente, sou um grande fã do Gilberto Teixeira porque, mais do que inteligente e educado, as suas ideias são lúcidas e transparentes. Quando leio os seus artigos acabo sempre por abdicar das minhas convicções e rendo-me à força imparável dos seus argumentos. Para o bem da nossa economia e bem-estar, precisamos de mais consultores técnicos como este senhor no Turismo! Parabéns senhor Gilberto Teixeira.

Andebol...

sábado, setembro 16, 2006

Não tinha intenção uma ova...

Numa altura em que o fanatismo islâmico cresce a olhos visto e perto de visitar a Turquia (Novembro),que por pouco democrática que seja continua a ser uma excepção ao medievalismo que impera nos países muçulmanos, Bento XVI resolve a meio dum discurso recuperar o espírito das cruzadas citando um Imperador Bizantino: Maomé trouxe ao mundo coisas más e desumanas, como o direito de defender pela espada a fé que ele persegue.
Para já também nós europeus assim o fizemos. Pela espada e pela espingarda perseguimos e conquistámos em pretenso nome da fé. E só mudámos depois do Iluminismo (quer dizer depois a justificação foi "iluminar" não pela fé mas pela civilização). Há já há mais de dois séculos que somos "iluminados" mesmo que tenhamos momentos de grande obscuridade (as duas Grandes Guerras Mundiais o comumismo soviético e os Balcãs são exemplo disso).
Sinceramente não acredito que esta citação proveniente dum intelectual da craveira de Bento XVI tenha sido inocente. Tinha um objectivo bem claro. Aumentar as hostilidades entre Islão e Ocidente. Ao contrário de João Paulo II este Papa não parece ser adepto do díalogo inter-religioso por muitas desculpas que agora venha pedir. Estejamos preparados pois isto vai engrossar e não é pouco...
EMANUEL BENTO

Lavar as mãos na casa de banho...

A conferência de hoje na Universidade da Madeira organizada pela Delegação Regional Ordem dos Economistas trazia duas figuras de peso e de reconhecidos méritos (Miguel Beleza e Maximiano Martins) para debaterem o tão propagandeado objectivo do PSD-M e do Governo Regional. Debater a viabilidade da auto-sustentabilidade da Madeira.
Novamente não apareceu ninguém ligado ao poder ainda que desta vez um dos oradores até seja da área do social-democrata (é pena que a nossa Constituição não permita a existência de partidos regionais pois se o permitisse já há muito que se teria visto o PSD-Nacional dispensar este "regional-socialismo social-democrata").
Do que foi dito percebeu-se perfeitamente que o dita ambição do PSD-M e do Governo Regional de transformar a Madeira na Singapura da Europa, o que na opinião de Miguel Beleza trazia a vantagem de a exemplo de lá sermos obrigados a lavar as mãos quando vamos à casa de banho não passa de poeira e de ruído usado com demagógicos objectivos políticos.
Mas o melhor de tudo foi ainda o debate com especial ênfase no longo tempo de antena usado por um tal de João Fernandes advogado da SDM/CINM (Zona Franca) para vender o seu peixe sem contudo ter feito a pergunta que se esperava que fizesse quando levantou o braço...
EMANUEL BENTO
NB: Ficamos agora à espera da promessa de Maximiano Martins de apresentar os números de quanto o Estado gasta na Região (pensões de quem nunca descontou o suficiente, despesas com serviços ainda sob tutela da República ( Justiça,Administração Interna e Defesa e não só...)

Dois aspectos...

Ao contrário deste blog e e de mais este e ainda da quase totalidade da comunicação social(Garajau inclusive) o Esquina excepto pela mão do Eduardo e dos seus cartoons ainda não se pronunciou sobre o Documentário que toda a gente tem falado: Lost Jewl of the Atlantic da organização ambiental-surfista Save the Waves.
Depois da ante-estreia do Documentário muito crítico à obra (Promenade/muralha/enrocamento) que o Governo Regional fez no Jardim no Mar por destruição das ondas daquilo que era chamado no meio surfista internacional o "Hawai da Europa", seguiu-se a exibição na Secretaria Regional do Equipamento Social e Transportes um Contra-Documentário em que se procura demonstrar que afinal as ondas até são bem melhores (deve haver escondido nas profundezas do Jardim do Mar um mecanismo extra-terrestre de fazer ondas)e só não há mais surfistas por causa das mentiras dos ambientalistas/surfistas.
Por enquanto - mais tarde direi mais - só posso interrogar-me por dois aspectos: primeiro acho espantoso agora virem falar da diminuição de surfistas quando anteriormente o desbocado do Presidente do Governo Regional, sempre bem protegido pela imunidade que lhe concede o cargo, afirmou que eram todos uns "patas rapadas"...
Segundo e mais importante do que o primeiro aspecto é a estranha coincidência de no dia anterior à exibição do Documentário da Save the Waves a sala do CineMax ter sido lavo duma fiscalização por parte obviamente do organismo que tutela este sector sob alçada claro do Governo Regional. E eu que sempre pensei que coisas estranhas e bizarras só aconteciam no Entrocamento...
EMANUEL BENTO

sexta-feira, setembro 15, 2006

Conferencia de Imprensa

"Bandalhos"!

A oposição ou oposições como preferem alguns não criticou o trabalho dos bombeiros madeirenses no combate à onda de incêndios. Muito pelo contrário. Criticar a ausência de alguma descoordenação da Protecção Civil e do incumprimento da lei (Decreto Legislativo Regional nº18/98/M) por parte do Governo Regional, Autarquias e Juntas de freguesia que não fiscalizaram nem autuaram os prevaricadores que não limparam os seus terrenos, isto além de alguns incêndios terem começado em matas públicas, não é de modo algum criticar os bombeiros.
Por isso o "bandalhos" com que Alberto João Jardim em São Vicente se atirou a quem não mentiu e a deturpação dos factos só pode ser vista como aquilo que vem acontecendo há 30 anos na Madeira. O PSD-M é especialista na deturpação dos factos e para isso conta com não só com a natural estupidez e ignorância dos madeirenses como também com o conluio de quem usa e abusa de cargos que utilizam para desinformar em vez de informar...

Era previsível...

Na sequência daquilo que chamei "Ganda Frete" era bem previsível a a reacção naturalmente com uma grande fotografia a 3 colunas de Alberto João Jardim na última página do www.dnoticias.pt .
A peça em si nada tem de extraordinária a não ser isto - Em relação a esta matéria disse Alberto João Jardim: «não acrescento mais nada a evidência do sentimento» e «repúdio» manifestados «pelo povo madeirense».
Sentimento de repúdio sim mas apenas por continuar a ter à frente da Região um Governante que permite e alimenta a teia "laranja"da "Mamadeira"...
Gostava era de saber quais são as ex-colónias africanas que não têm dívidas para com os antigos colonizadores...
Digam-me quais são e não vale aqui meter a África do Sul por razões mais do que óbvias...
EMANUEL BENTO

quinta-feira, setembro 14, 2006

Que opinião tem do nosso entrevistado?

O www.noticiasdamadeira.pt/ tem-nos presenteado ultimamente com uma entrevista de duas páginas a uma personalidade, normalmente da política. Numa caixa ao lado põem uma outra personalidade a dizer o que pensa sobre o entrevistado. Esta fórmula resulta num degradante e, ao mesmo tempo, divertido exercício de lamber a bota, onde só falta dizer que o entrevistado é a reencarnação simultânea de Einstein, Churchill e Jesus Cristo. Não se esperava outra coisa. Aos olhos de Eichman, Hitler era um generoso multiculturalista. Para Lavrenti Beria, Estaline era um ilustre pedagogo do povo soviético. Para Raul Castro, Fidel é o farol da liberdade de imprensa no continente americano.Porque queremos garantir mais algumas semanas de boa disposição, dirigimos ao semanário da Rua da Carreira sugestões para futuras parelhas: João Cunha Silva/Luís Nuno Olim, João Carlos Abreu/Gilberto Teixeira, Manuel António Correia/João Isidoro (não é engano), Ventura Garcês/João Machado, Conceição Estudante/Roque Martins, Brazão de Castro/Jorge Luís, Santos Costa/Miguel Viveiros e para encerrar a série Jaime Ramos/Jaime Filipe Ramos.

É da Lua...

Se a culpa do aquecimento global não é do Sol como diz o Público (http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1270115&idCanal=35) isto de acordo com um artigo de fundo publicado pela Nature (http://www.nature.com/nature/index.html) claro que só há uma culpada - a Lua.
Sim que a culpa não é nossa - dos homens - nem dos países que não cumprem o Protocolo de Quioto. Afinal nós nunca extermimanos nada e até gostamos dos bichinhos e das plantinhas...
EMANUEL BENTO

quarta-feira, setembro 13, 2006

A lógica do hipócrita

Seguindo a lógica das choramingas de Jardim, Portugal (incluindo a Madeira) devia era dar milhões e milhões a Angola e aos outros PALOPs para compensar os muitos anos de “exploração colonialista”. Porque em Africa sim, houve realmente colonialismo a sério. Naturalmente, o próprio AJJ senter-se-ia contente de pagar um pouco extra do seu bolso, tendo sido um dos principais propagandistas a favor do colonialismo em Africa.

"Ganda Frete"!!!


A manchete de hoje do DN-M (www.dnoticias.pt) só tem um nome possível. "GANDA FRETE"
Para já não há termo de comparação possível por um conjunto de razões que não vale a pena enumerar, além de que esses países em que o destaque é dado a Angola negociaram para pagar a dívida a Portugal quando aqui é ao contrário. É o Estado que paga a dívida da Região ou já se esqueceram do mãos-largas do Guterres...
Mas vendo bem quem fez a peça nada há mais que explicar. Está tudo dito e (re)dito...
EMANUEL BENTO

O mentiroso crónico(1)

Ontem nas páginas de opinião do subsidiado Jornal da Madeira na usual "diarreia verbal" que costuma impingir aos poucos leitores daquele matutino Alberto João Jardim teve a lata de orgulhar-se de escrever «gratutitamente" no "Diabo", isto a propósito do despropósito de comentar o «duelo» Sol/Expresso mais as estratégias para não perder leitores de matutinos como o Público e o DN-L onde nunca meterá as patas obviamente.
Que o homem escreva no "Diabo" a mim tanto se dá. Aquela merda deve ter tantos ou ainda menos leitores do que o Jornal da Madeira ou Notícias da Madeira. O que irrita é tomar-nos por tontos e mentir dizendo que escreve gratuitamente. A verdade é bem outra como já foi publicado na imprensa nacional. Alberto João Jardim paga para escrever no "Diabo" ou já se esquecerem o dinheiro que a Região gastou em estranha publicidade para a terceira idade naquele semanário de tiragem residual?!
EMANUEL BENTO

terça-feira, setembro 12, 2006

colonialismo?

Muito se fala no colonialismo na Madeira, mas até Manuel de Portugal, o fiel jardinista do Pravda concede que não faz sentido e escreve:

“O “colonialismo” referido não o classifico eu como tal, já que, por definição, conforme a enciclopédia explica, “é a política de exercer controlo ou autoridade sobre um território ocupado e administrado por um grupo de indivíduos com poder militar, ou por representantes do governo de um país a que esse território não pertencia, contra a vontade dos seus habitantes, que, muitas vezes, são desapossados de parte dos seus bens (como terra arável ou de pastagem) e de eventuais direitos políticos que detinham”. Ora, portugueses a colonizarem portugueses dentro do mesmo país não se enquadra na definição.” (Acordar e Agir)

O uso deste termo no contexto da Madeira só pode ser desonestidade intelectual, manipulação cínica ou simplesmente burrice teimosa.

Pateticamente optimista...

Ainda a propósito do 11 de Setembro o sempre "americano" e pateticamente optimista director do Público José Manuel Fernandes escreveu ontem no editorial do jornal do Belmiro de Azevedo de que 2005 foi um excelente ano (não pelo vinho) porque houve "(...)mais muçulmanos a emigrar para os Estados Unidos. 2005 foi até um ano recorde, o que é uma notícia tão surpreendente como excelente".
Pois é. Estamos mesmo a ver a excelência dessa notícia especialmente quando sabemos quem foram os autores dos atentados em Londres. Muçulmanos nascidos em solo inglês...
EMANUEL BENTO

Qual reforma?!

Sobre uma "pseudo"-reforma da Justiça em Portugal e um pacto (entre PS e PSD) que só serve para deixar tudo como estava e que deixa o combate à corrupção de fora ler:http://dn.sapo.pt/2006/09/12/editorial/
o_pacto_justica.html
e também
http://dn.sapo.pt/2006/09/12/nacional/
bloco_central_deixa_fora_acordo_medi.html

EMANUEL BENTO

segunda-feira, setembro 11, 2006

Quantas grávidas afinal?!

Que o Presidente da Câmara Municipal de Mirandela tenha tocado a rebate a sirene dos bombeiros para juntar a população num protesto contra o encerramento não me choca (não houve afinal um Presidente da República que declarou publicamente para ajudar a acabar com o Cavaquimo que os portugueses tinham o direito à indignação?!). Irrita-me sim que depois tenha vindo dizer que as pessoas não devem reagir emocionalmente quando se sabe que o que a populaça faz seja onde for e especialmente neste país de atrasados mentais e ignorantes é sobretudo reagir emocionalmente - nestes casos recordo sempre a afirmação de Platão que classificou o povo como uma massa acéfala e que defendia o Governo dos mais sábios dos melhores e não acreditava em democracias e acredito que a maioria dos nossos eleitores não tem capacidade para saberem correctamente as razões que os levam a votar em A ou B. Isto de votar é mais ou menos como o futebol. Um gajo é do Benfica, Porto ou Sporting e ponto final. Os partidos têm mais ou menos fixa a sua legião de militantes e apoiantes excepção feita ao órfão e bastardo "centrão" que anda sempre à procura de pai e de indentidade própria.
O que eu gostava de saber e ainda não li em parte alguma era quantas grávidas estiveram em protesto pelo encerramento da maternidade...

Reforços...

O Esquina conta com novas participações. Os convidados já aceitaram a proposta para escreverem quando e como puderem. Ainda nada "postarem" mas penso que não tardam. Um deles não só escreve bem como tem muito jeito para o cartoon e caricatura. Já vi uma das que tenciona meter no blog e está excelente. O outro amigo tem também uma excelente "pena" e incisivo poder crítico. Fico pois a aguardá-los. Ainda há vagas e aceitam-se currículos (mas não se fazem entrevistas)...
EMANUEL BENTO
NB: O mais difícil agora é conseguir uma "voz" feminina e independente de partidos ou do Governo Regional...
Portanto candidatas procuram-se...

Uma boa razão para abortar...

Entre todas as razões para justificar o direito ao aborto recordo a relação entre aborto e diminuição das taxas de criminalidade.
Para tal basta ler o 4 capítulo (páginas137/169) deste livro:
FREAKONOMICS
O ESTRANHO MUNDO DA ECONOMIA
O Lado Escondido de Todas as Coisas
Livro de Steven D. Levitt e Stephen J. Dubner
Publicado pela Editorial Presença
EMANUEL BENTO
NB: Um livro que deveria ser lido por toda a gente que gosta de pensar...

Cuidado com a vidinha...

A rentrée política do CDS/PP foi na Região. O líder por engano Ribeiro e Castro mostrou-se preocupado com a questão do Aborto e afirmou que o CDS/PP manterá «a posição de sempre, de luta pelo direito à vida", prometendo ainda uma «defesa firme dos resultados» do referendo guterrista.
Que o CDS/PP faça da defesa da sua matriz cristã uma questão de vida e de morte não me espanta e até acho muito bem. Convinha era também mostrar-se preocupado com a sua própria vida. As últimas sondagens colocam os democrata-cristãos abaixo do BE...
EMANUEL BENTO

Até tem jeito...

José Manuel Rodrigues promete ser oposição com seriedade e garante que não contribuirá para que a Política Regional seja um "circo permanente", ainda que até tenha jeito para apresentador. O mal do Líder do CDS/PP (Madeira) é esquecer-se de que corre sério risco de vida (política) se insistir em se colar tanto ao PSD-M. O que aconteceu nos Açores ao seu partido deveria servir-lhe de lição. O CDS/PP-M só conseguirá aumentar o número de deputados se apresentar soluções e alternativas para a Madeira. Não basta repetir vezes em fim que este modelo de desenvolvimento económico está esgotado. Isso todos os que são anti-jardinistas (alguns e não são poucos até pertencentes ao PSD-M) dizem.
EMANUEL BENTO

"Ingenuidades" e "tachos"...

Por norma quando leio o Jornal da Madeira vejo o cartoon (para ver que idiotices o "Chefe" andou a sonhar de noite) e os articulistas com especial atenção dada ao Filipe Malheiro (e também ao Gilberto Teixeira e Alberto Casimiro estes dois expoentes da boa prosa portuguesa e arautos da Autonomia que mais não fazem do que asneirar para mostrarem a Alberto João Jardim que o dinheiro que recebem está sempre justificado).
Hoje há dois factos interessantes a apontar nas páginas de opinião. Filipe Malheiro resolve dar ares de ingénuo (fica-lhe tão bem fazer de virgem estupefacta) e vem publicamente espantar-se com os empresários que decidem agora apostar no exterior (da Região) numa atitude de quem cospe na mão em que comeu.
Sempre soube e ele também obviamente que os empresários só são fiéis ao lucro e se a Madeira já deu o que tinha a dar nada melhor do que rumarem a outras paragens. Afinal amigos amigos (e "militantes" e "patrocinadores" da social-democracia) negócios à parte.
Por fim, a constatação do que há muito se sabe: a Secretaria Regional do Turismo e Cultura é um autêntico albergue espanhol. Vai tudo lá parar. Aliás aquilo mais parece aquelas famosas feiras do século XIX que andavam de cidade em cidade a mostrar as maiores aberrações do mundo.
João Carlos Abreu arranjou mais um lugarzinho de Conselheiro Técnico. Francisco Gomes que escrevia insípidos artigos de política internacional e relações internacionais também já tem o futuro assegurado. Já se percebia numa entrevista dada à KOMPLETA (Notícias da Madeira) que o rapaz estava à espera do tacho. Já chegou e o Natal vai ser gordo...
EMANUEL BENTO

11 de Setembro

Anda toda a gente (radios, jornais, televisões, e blogs) a assinalar o 11 de Setembro. Os anti-americanos não se esquecem de apontar ao dedo ao EUA pelo caos em que transformaram o Iraque e consequente fortalecimento do nacionalismo árabe/terrorismo naquela zona do mundo.
O Senado dos EUA acaba de publicar um relatório em que desacredita cabalmente os argumentos e factos (era tudo mentira) apresentados por George W. Bush para justificar a invasão do Iraque.
Saddam Hussein não tinha ligações à Al-Qaeda e muito menos armas de destruição em massa, o que não quer dizer que não fosse um bom filho-da-puta que teve o fim que merecem todos os ditadores. Mas assim sendo quantos mais ditadores - muitos com auxílio norte-americano sem o qual não conseguiriam manter-se no poder - não deveriam ser desjalojados do poder, presos e julgados?!
A estratégia dos EUA para combater o terrorismo tem-se revelado um desastre. E foi preciso o 11 de Setembro para atacarem o Afeganistão e os talibans. Já aqui escrevi há muito tempo que por mim mal os barbudos atacaram a tiro de morteiro as estátuas budistas património da humanidade deveriam logo terem levado com uns "cruises" nas barbas que nunca mais lhes cresceriam os pelos. Por isso, e não só, no 11 de Setembro de 2001, confesso ter ficado satisfeito com o ataque terrorista e até escrevi nesse mesmo dia um Ponto de Ordem no DN-M em que disso dava conta apontando ainda que a bola de neve nunca mais iria parar.
Na altura o Presidente do Governo Regional que aparentemente mais nada de importante tem para fazer do que ler insignificantes jornalistas escreveu no Jornal da Madeira que eu era o Kadhafi. Sinceramente não sei qual a diferença entre este ditador ex-terrorista e o terrorismo verbal que Alberto João Jardim emprega cada vez mais diariamente num claro indício de que o juizo já lhe vai faltando...
EMANUEL BENTO

Para a Helena(1)

A mão que agora escreve
entre fumo de cigarro
e este murmúrio leve
que de mim não varro
Procura caminho certo
em palavras turvas tantas
para chegar ao menos perto
dos olhos com que me (en)cantas
São eles que falam e cegam
esta mão que sempre se perde
nestes dedos que a alma pegam
para suspirar o que não ouves
EMANUEL BENTO

domingo, setembro 10, 2006

São bons mas só para pagar...

Na sexta-feira uma conferência na Universidade da Madeira com o Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social. Uma organização da delegação regional da Ordem dos Economistas. Em causa a situação da Segurança Social e a sua necessária reforma. E claro que ninguém do PSD-M ou da Secretaria Regional dos Assuntos Sociais esteve presente. Gostava de ver este "rochedo" independente para ver quem iria pagar as reformas e pensões. Sim que quem as paga é o Estado e não a Região...
EMANUEL BENTO

sábado, setembro 09, 2006

Incêndios no Caniço...


Back to businesses

Benvindos!
Depois de umas semanas de ausência o Esquina volta ao activo e com reforços. Aos que vão começar a escrever com total liberdade e autonomia para o fazerem sobre o que quiserem seja o que for mesmo que insidioso desejo sobretudo que se divirtam que muito me diverti nestes 3 anos de blogosfera.
EMANUEL BENTO